Grupo organiza protesto contra Greenwald

Organizados por grupos de WhatsApp, moradores da cidade de Paraty, no litoral do Rio de Janeiro, planejam um protesto amanhã (12), durante a Festa Literária Internacional de Paraty, a Flip. Os cerca de 500 cidadãos, segundo estimativas próprias, pretendem se manifestar contra a participação do jornalista Glenn Greenwald na programação da Flipei, casa parceira conhecida como “barco pirata”. 

O jornalista do The Intercept, que coordena o trabalho do site no Brasil na revelação de mensagens trocadas entre o ministro da Justiça, Sergio Moro, com procuradores da Lava Jato enquanto ainda era juiz, é a grande estrela de uma mesa que debate os desafios do jornalismo justamente na cobertura da operação.

O objetivo dos manifestantes é cancelar a palestra, segundo informaram quatro participantes, que preferem não se identificar. Antes de agendar o protesto, enviaram, na última semana, um e-mail à direção da Flip, pedindo que Greenwald fosse retirado da programação. Receberam a resposta de que os espaços parceiros têm autonomia e, portanto, nada seria feito a respeito.

Será?

A Câmara dos Deputados pode convocar o presidente do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), Roberto Leonel de Oliveira Lima, para que ele esclareça se o órgão está investigando o jornalista Glenn Greenwald.

Next Post

Kannário é detonado nas redes por votar a favor da reforma da previdência

qui jul 11 , 2019
Igor Kannário (DEM), deputado federal de primeiro mandato, foi detonado nas redes sociais após votar a favor da reforma da Previdência. O primeiro turno do projeto passou, ontem (10), pela Câmara dos Deputados. 
Veritas Notícias